Fui na 3º Bienal de São Paulo

Fui visitar a 31ª Bienal de São Paulo e fala de coisas que não existem. Tem cerca de 250 trabalhos, frutos de 81 projetos autorais ou coletivos, envolvendo mais de cem artistas. A exposição busca comunicar “coisas” como viver ou aprender e ainda trabalhar palavras-chaves como conflito, imaginação, coletividade e transformação. Resumindo.. esta polêmico!

Com obras como ‘Inferno’, vídeo em que um artista ‘implode’ o Templo de Salomão e a linha do tempo da Sexualidade peruana, do Museu Travesti do Peru. Eitaa!

As obras que mais gostei foram as mais leves..

10834018_10202787594401717_1495803158_n

 

bienal_001

10822384_10202787580801377_1942795269_n

Se você curte arte – não é muito meu caso, eu entendi metade das coisas kkkk – vale a pena a visita!

Minha visão da exposição: Do que eu entendi eu gostei, mostra uma visão bem abrangente dos assuntos tocados, junto de várias reflexões de temas bem polêmicos! Mostrando partes de crenças religiosas que muitos não querem tocar, ou até mostrando outro lado da moeda – digamos assim – fazendo o espectador pensar e refletir  “Será que tudo aquilo que me ensinaram, não deve ser de outra forma?”

Informações:

O quê: 31ª Bienal de Artes de São Paulo
Onde: Pavilhão do Ibirapuera (av. Pedro Álvares Cabral, sem número, Parque Ibirapuera)
Quando: de 6 de setembro a 7 de dezembro
Quanto: grátis

MissFit

Analista de Sistemas por formação. Miss por paixão. Ecdemomaníaca, já pisou em 4 países num único dia. Descobriu sua paixão pelo mundo da endorfina e agora a sua missão é ajudar a transformar a sua vida com energia!

XSLT by CarLake