Verão estimula a perda de peso e a busca pela boa forma

Quem nunca ouviu falar no famoso “projeto verão” que atire a primeira pedra! 🙂

 

As pessoas insatisfeitas com seu corpo passam a se exercitar para alcançar o físico desejado a tempo de aproveitar os dias quentes da estação.. né? Com muitas praias para desfrutar e a chegada do Carnaval, o verão é um verdadeiro estimulador da boa forma, mas seus reais benefícios para a perda de peso e a saúde vão muito além disso.

 

Segundo a Dra. Emanuela Cavalari, endocrinologista e integrante do corpo clínico do Alta Medicina Diagnóstica, o verão é a estação com o maior apelo às atividades ao ar livre e à exposição do corpo em exercícios aquáticos e, por isso, exige vestuários mais leves compatíveis com o clima. Esse contexto pode incitar a busca pela boa forma, o que se traduz em um maior estímulo e apelo ao emagrecimento. Os dias de maior calor são ideais para fazer atividades fora de casa, como caminhadas em parques, corridas na orla da praia e, para os mais aventureiros, uma trilha em florestas ou montanhas da região. Durante os exercícios ao ar livre, é importante manter alimentação o mais leve possível, o que, segundo a Dra. Emanuela, facilita o processo de digestão e emagrecimento.

 

“Como a hidratação é o principal cuidado que as pessoas devem ter com a saúde no verão, é sempre importante ter água à mão e dar intervalos no exercício para repor o equilíbrio hidroeletrolítico do corpo com água mineral, água-de- coco ou sucos naturais sem adição de açúcar. Outro cuidado fundamental é a fotoproteção, como o uso de protetor solar, bonés, chapéus e roupas leves, principalmente aquelas feitas de material com proteção de raios ultravioleta”, explica a médica, que relembra: “Idealmente, devem-se evitar exercícios ao ar livre entre 10 e 16 horas, já que a temperatura tende a ser mais intensa nesse período do dia, principalmente as crianças, os idosos e as pessoas com tendência à desidratação.”

 

Para os exercícios aeróbicos de duração prolongada (mais que 60 minutos), a dica da especialista é portar carboidratos de alta absorção para uso durante o treino, o famoso carbogel, para manter os estoques musculares de glicogênio – principal reserva energética das células.

 

Pensando na dieta de forma mais ampla, o verão ajuda a adicionar ao cardápio uma variedade maior de alimentos in natura, como as saladas cruas – pepino, tomate, alface, agrião e folhas em geral –, que são leves e refrescantes. Além disso, as frutas podem tomar o lugar das sobremesas mais pesadas e calóricas; nesse caso, prefira as que possuem maior teor de água, como o melão, a melancia e o abacaxi.

 

Grande aliada para manter a saúde em dia, a água deve ser a melhor amiga de todas as pessoas que buscam o bem-estar. Além de contribuir para o bom funcionamento do intestino, dos rins e de vários mecanismos inter e intracelulares, a água combate a desidratação, que pode causar dores de cabeça, diminuição da concentração, constipação intestinal e outros sintomas. Porém, a regra é clara: não vale substituir a água por refrigerantes, chás adoçados ou sucos industrializados, que contêm altos níveis de açúcar e praticamente nenhum valor nutricional para o corpo. Aposte sempre na água, gelada ou não, para saciar a sede.

 

“Não existem fórmulas milagrosas para emagrecer. Para a perda de peso eficaz e saudável é necessária uma combinação de reeducação alimentar, exercício físico e modificação comportamental. A principal terapia para a obesidade consiste na mudança do estilo de vida. Portanto, aproveite esta estação para iniciar uma atividade física, se alimentar de forma mais saudável, procurar ter boas horas de sono e beber bastante água, afinal, o verão também é tempo de se cuidar”, aconselha a médica endocrinologista.

MissFit

Analista de Sistemas por formação. Miss por paixão. Ecdemomaníaca, já pisou em 4 países num único dia. Descobriu sua paixão pelo mundo da endorfina e agora a sua missão é ajudar a transformar a sua vida com energia!

XSLT by CarLake