fbpx

Você sabe quando deve trocar a sua escova de dentes?

O cuidado com a saúde bucal pode evitar o surgimento de diversos problemas que acabam prejudicando não somente a cavidade oral, mas o funcionamento de diversas partes do organismo. A escolha da escova de dentes ideal tem um papel importante neste cuidado.

 

Isso porque, ainda que todo mundo saiba que a escovação é uma parte importante da manutenção de uma boca mais saudável e livre de imperfeições, muitos desconhecem sobre a real importância dos acessórios utilizados durante essa escovação

 

Pois, ainda que muito se discuta sobre a escolha do creme dental mais eficiente, a atenção com a seleção de uma boa escova de dentes é o fator que mais interfere na qualidade da escovação.

 

A escova de dentes ideal tem esse papel crucial, pois a fricção realizada pelas cerdas é capaz de concluir a remoção do resto dos alimentos e da formação bacteriana.

 

Isso pode ajudar na prevenção do aparecimento de patologias orais graves e é capaz de afetar, inclusive, os tratamentos odontológicos. Quer saber como? Continue lendo.

 

Como a escolha da escova de dentes pode interferir nos tratamentos odontológicos

 

A boca é um ambiente muito propício para o desenvolvimento de diversos microrganismos – como as bactérias, fungos e vírus – que, apesar de serem essenciais no fortalecimento do sistema imunológico e processo de digestão, podem causar problemas nos tecidos bucais.

 

Assim, quando esses organismos se reproduzem, fazendo o uso dos resquícios de açúcares para a construção de estruturas como a placa bacteriana e o tártaro, não somente a própria integridade dental pode ser comprometida, como também os tratamentos.

 

Neste sentido, a escolha de uma boa escova dental é capaz de interferir no:

 

Combate às doenças bacterianas

 

Uma escova com cerdas macias e em boas condições pode evitar gastos com a extração de dente valor, uma vez que ela é crucial para a remoção das formações bacterianas e fúngicas responsáveis pelo aparecimento de doenças, como:

 

  • Cáries;

 

  • Inflamação gengival;

 

  • Doença periodontal;

 

  • Estomatite aftosa, entre outras.

 

Desta forma, essas patologias não são capazes de acometer os tecidos de sustentação dos dentes, enfraquecendo a estrutura ou causando o edentulismo – perda prematura dos dentes permanentes.

 

Tratamento odontológico

O uso do aparelho lingual – ou de qualquer outro tipo de acessório do gênero – pode causar um certo desafio no momento da higienização bucal adequada. 

 

Assim, é comum que os pacientes desenvolvam doenças nas gengivas, que podem se tornar bastante sérias e até exigir a interrupção do tratamento.

 

Por isso, durante a utilização de acessórios como o aparelho ortodôntico transparente, é bastante recomendado o uso diário da escova ortodôntica, da escova interdental ou da escova bitufo. 

 

Essas medidas evitam o acúmulo de bactérias e o acometimento de doenças que atrasem os resultados do procedimento.

 

Restauração

Após a remoção do tecido cariado ou em decorrência de uma fratura, os pacientes podem precisar passar por uma restauração das estruturas dentais. Desta forma, será possível preencher as cavidades, evitando que as bactérias se acumulem ali.

 

No entanto, a escova dental pode acabar determinando quanto custa restauração de dente com porcelana e a qualidade do resultado obtido pelo procedimento.

 

Isso ocorre pois durante a ingestão de alimentos ácidos ou que possuem corantes fortes, o material utilizado nesta restauração pode ser danificado.

 

Assim, a utilização de uma boa escova de dentes é capaz de auxiliar na remoção desses elementos danosos, evitando o seu desgaste, o amarelamento das estruturas e a necessidade de manutenções antes do tempo.

 

Quando e por que é preciso trocar a escova com frequência

 

No entanto, além de se atentar com a escolha da escova perfeita, também é muito importante compreender o porquê é necessário trocar esse acessório com frequência, e de quanto em quanto tempo essa substituição deve acontecer.

 

Com o tempo, as cerdas das escovas podem acabar escondendo vários microrganismos que, eventualmente, serão reintroduzidos na cavidade oral por meio da escovação.

 

Desta forma, além da higienização bucal se tornar ineficiente, ela também pode acabar desempenhando um efeito reverso.

 

Além disso, quando essas cerdas se tornam envelhecidas e espanadas, os pacientes tendem a aplicar cada vez mais força durante a escovação, o que acaba prejudicando a saúde das gengivas. 

 

Assim, surgem ferimentos, retração permanente e inflamações gengivais sérias.

 

E isso sem contar que quando esses dispositivos estão envelhecidos, são incapazes de fazer a higienização correta dos acessórios odontológicos móveis, impactando negativamente no aparelho ortodôntico transparente preço.

 

O cuidado indevido e com escovas envelhecidas pode acabar permitindo o amarelamento do aparelho ortodôntico ou o surgimento de danos devido a força aplicada durante a sua escovação.

 

Por isso, recomenda-se que todas as escovas sejam devidamente substituídas, em média, uma vez a cada três meses. Após esse período, elas se tornam muito ineficientes no combate às doenças bucais.

 

Para se ter ideia, uma escova nova é capaz de remover 30% mais placa bacteriana do que um acessório antigo.

 

Conteúdo desenvolvido pela equipe do Status Fit Center, blog criado com o intuito de melhorar a saúde e o bem-estar por meio de conteúdos que reforçam a importância dos cuidados regulares.

Download Grátis
E-BOOK GRÁTIS
Por Tempo Limitado
RECEITAS FÁCEIS, RÁPIDAS E BARATAS
Baixe seu e-book gratuito com 10 receitas de sucesso do blog